Uma realidade esperançosa para o ano novo

Eu não tenho como te prometer que 2021 será melhor. Não sou otimista e geralmente descarto mensagens motivacionais, portanto este pequeno texto não se trata disso. Mas também não se trata do pessimismo desesperado de quem acredita que não vale mais a pena viver por não ter certeza de como serão as coisas daqui pra frente, ou pior: por ter certeza de que só coisas ruins acontecerão.

Ariano Suassuna disse a seguinte frase: “O otimista é um tolo. O pessimista, um chato. Bom mesmo é ser um realista esperançoso.

É disso que se trata o texto. Uma realidade esperançosa.

Muitas vezes na tentativa de rejeitar qualquer tipo de pessimismo tendemos a uma posição de ilusão. Achamos que é “só acreditar” que tudo vai dar certo, e realmente dará. “É só ter pensamento positivo”, e “deseje boas energias para o ano novo e elas virão” são frases comuns de ouvir nessa época do ano. Eu não gosto dessa posição, e sinceramente, em um ano como esses ninguém aguenta mais ouvir uma frase motivação repleta de ilusões. Nós fomos agredidos com o golpe duro da realidade — todos nós. Não tem como romantizar o que aconteceu.

Por outro lado, querer rejeitar qualquer tipo de mensagem de esperança por ser pessimista demais também pode ser perigoso. Nós, cristãos, não podemos esquecer que vivemos à base de esperança. Esperança é o que respiramos, e não é o mesmo que o otimismo tolo ou pensamento positivo. Tudo o que quero deixar aqui é uma realidade esperançosa, como Suassuna conceituou.

Eu não tenho como prometer a ninguém, nem a mim mesma, que 2021 será melhor. A única coisa que tenho certeza é que Deus é bom e reina sobre todas coisas, independente de qualquer circunstância. Foi essa certeza que me segurou em 2020 e certamente me manterá com os olhos fixos em 2021.

Longe de ser romântica, a realidade pode ser cruel. E enquanto digo isso a você, digo a mim mesma: não esqueça que há um Deus governando tudo. Você pode saber todas as doutrinas e ainda assim seu coração estar agitado como se não houvesse alguém controlando as tempestades. Eu realmente não sei o que te acontecerá ano que vem. Não sei por quais motivos você vai chorar ou sorrir. Não sei se você vai ter uma grande decepção ou encontrar uma grande alegria, até porque isso aqui não é horóscopo. O que eu sei não é segredo pra ninguém, e são coisas que podem parecer óbvias, mas aprendi lendo o Livro mais especial do mundo: independente dos possíveis sofrimentos e fracassos, das prováveis decepções e dores, há um Deus. Independente da sua saúde, das perdas, da situação política do Brasil ou mesmo mundial, há um Deus.

Nem sempre você vai entender o motivo das coisas acontecerem, ou mesmo saber até quando o sofrimento vai durar. Eu não sei o que Deus te reserva, mas eu sei que Ele é bom e soberano.

Se 2021 vai ser melhor que 2020? Não cabe a mim tentar adivinhar, embora eu torça que sim. A minha esperança última não está na melhora nesse mundo. Minha esperança está no Dia em que toda dor e todo sofrimento não mais existirão. Sim, são esses dias melhores que virão. Os dias de Glória.

Mas aqui na terra, apesar das incertezas, não perca a realidade de vista, mas também não deixe a esperança fugir, até porque esse Deus bom e soberano faz parte da realidade. É isso que torna todos os dias aqui cheios de sentido.

Deus é grande demais para que você compreenda todos os Seus planos, e ao mesmo tempo é bom demais para que esses planos sejam cruéis para os Seus filhos.

Você está seguro.

Uma cristã comum que gosta de escrever sobre cristianismo, psicologia e a relação entre esses dois.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store